• Home
  • Dedetização em São Paulo

DEDETIZAÇÃO

MANTENHA SEU AMBIENTE AGRADÁVEL E SAUDÁVEL

Baratas
A dedetização de baratas é feita com a aplicação de inseticidas em diversas formas (em pó, líquido ou gel).
Muita gente olha para as baratas com certo nojo, mas não tem noção real da quantidade de problemas que elas podem causar a saúde humana.
A dedetização de baratas é necessária por vários motivos, mas o principal deles é a grande capacidade que elas possuem de transmitir uma grande quantidade de doenças.
Por viverem em ambientes muito sujos, como esgotos, as baratas tendem a passar por vários ambientes e, com isso, trazem suas patas uma enorme quantidade de microrganismos.
Quando passam por sobre um alimento, por exemplo, podem contaminá-lo com os microrganismos e, com isso, causar diversas doenças.

Pulgas
Como se alimentam do sangue dos animais, as pulgas podem destruir completamente a saúde de cachorros e gatos que vivem conosco, até mesmo levando-os a morte.
A verdade é que em alta quantidade levam grande sofrimento aos animais.
Para os seres humanos, o perigo é ainda maior, pois as pulgas podem transmitir uma grande quantidade de doenças. Uma fêmea pode colocar até 400 ovos.
A dedetização de pulgas é necessária porque o inseto pica o animal e, quando pica o homem, transfere uma grande carga de microrganismos nocivos.
Na história, elas já foram responsáveis por grandes epidemias.

Carrapatos
Uma vez que se alimentam de sangue de diversos animais, bem como vivem em contato imediato com eles, os carrapatos têm uma grande capacidade de transmitir doenças.
O modo mais comum tem a ver com o fato dos carrapatos morderem os animais e, logo depois, morderem as pessoas, podendo assim transmitir uma grande quantidade de doenças existentes em um para outro, com contato pelo sangue.
No mesmo sentido, é importante ver que os carrapatos vivem junto aos animais e por isso mesmo, tendem a trazer consigo uma grande quantidade de microrganismos. Assim, mesmo que um carrapato não venha a picar uma pessoa, é possível que, simplesmente passando por um local, transmita algum tipo de doença.

Morcegos
A dedetização de morcegos consiste em repelência, desinfecção e fechamento de acessos, os morcegos atuam como transmissores do vírus da raiva.
O Morcego Hematófago é considerado um dos principais responsáveis pela transmissão em cadeia, podendo infectar não só os bovinos e equinos, como também outras espécies de morcegos.
Assim, através de transmissão em cadeia, todos os animais infectados com raiva, inclusive o próprio morcego, pode transmitir a raiva para o homem através de suas fezes e no local onde vivem, como cavernas e forros de casas.
A raiva é uma doença que acomete mamíferos, e envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após uma curta evolução da doença. Os principais sintomas tanto nos animais quanto no homem são:
dificuldade para engolir, salivação abundante, mudança de comportamento, mudança de hábitos, paralisia dos membros inferiores.

Aranhas
A dedetização de aranhas deve ser feita através da aplicação de inseticidas em todo entorno e frestas, os aracnídeos mais perigosos encontrados em cidades são aranhas armadeiras (as maiores e mais perigosas), aranhas caranguejeiras (ou tarântula) e aranha marrom.
- Aranha Armadeira: a mais perigosa espécie de aranha no Brasil, pode ser encontrada em todas as regiões, normalmente em vegetações rasteiras e arbustos. De 10 tipos de picadas de armadeira, apenas 03 possuem cura.
- Aranha Caranguejeira: é uma espécie muito violenta e ofensiva. Sua picada causa um distúrbio nervoso chamado tarantismo, que provoca contorções e espasmos, semelhante a uma convulsão.
- Aranha Marrom: é a mais comum de se encontrar em residências, tem um tamanho aproximado de 4cm. Sua picada causa alterações na pele e sistêmicas que, se não tratadas, podem levar a necrose do tecido e até mesmo à morte da pessoa.
Essas aranhas não são agressivas e picam apenas quando se sentem ameaçadas e não tem como, por exemplo, dentro de sapatos e roupas. É importante lembrar que a picada de aranha marrom não causa dor imediata, seus sintomas aparecem apenas após algumas horas, com dores, vermelhidão, manchas, bolhas e se não for tratada em um hospital, poderá chegar à necrose do tecido na região da picada.

Escorpiões
Os escorpiões vivem em lugares escuros e úmidos.
Nesse sentido, costumam preferir lugares como cascas de árvores e restos de material de construção, pois são frios e protegem todo e qualquer tipo de ataque.
Todo o cuidado é pouco porque eles podem também esconder-se nas frestas entre colchões e em sapatos.
Quando acuados ou pressionados, ferroam que, em alguns casos, podem levar as pessoas até mesmo a morte.

Marimbondos
Os marimbondos comumente fazem seus lares sob marquises ou em telhados, de forma que, quanto mais tempo demora para se combater a infestação, maior tende a ser esse lar.
O problema é que os marimbondos, quando acuados, contam com um poderoso ferrão, o qual pode causar grande dano aos seres humanos.
A situação tende a se complicar quando se leva em consideração que estes insetos vivem em grandes comunidades, de modo que o ataque contra as pessoas, apesar de raro, quando ocorre, envolve vários insetos ao mesmo tempo.
O tamanho diminuto e a alta quantidade tendem a diminuir as chances de defesa ao ataque. O ferrão dos marimbondos tende a causar uma intensa dor em suas vítimas.
Para retirá-lo, posteriormente, é preciso muito cuidado. Com isso é possível que haja vermelhidão e até mesmo inflamações.

Mosquitos
Como voam e transitam por diversos ambientes, pousando sobre lugares muitos sujos, os mosquitos costumam trazer consigo uma grande quantidade de microrganismos, os quais podem causar uma grande quantidade de doenças.
O maior perigo está, principalmente, no fato de que estes insetos podem ser levados à boca.
Assim, as chances de um microrganismo entrar em contato com o corpo humano aumentam consideravelmente, motivo pelo qual é preciso aumentar os cuidados de proteção.

Percevejos
Os percevejos são pequenos insetos que vivem, comumente, em locais escuros e com alguma umidade.
Um dos locais preferidos destes pequenos é entre colchões e lençóis. Assim, no momento em que as pessoas se encontram desprotegidas, no momento do sono, pode ser que sejam atacados com as mordidas destes pequenos insetos.
Um dos maiores problemas é o fato de que os machucados oriundos de sua mordida podem evoluir para problemas mais sérios.
Por vezes estes insetos picam outros animais e depois vem ter contato com os seres humanos.
Além disso, sua própria saliva pode ser capaz de transmitir doenças, motivo pelo qual é preciso ter bastante cuidado.

Traças
As traças são insetos que devem ser tratados com bastante cuidado.
Sua alimentação se dá, basicamente, a base de tecidos e papéis, de modo que, em grandes quantidades, podem causar um grande estrago, sobretudo patrimonial.
Os insetos, em grande quantidade, podem atacar roupas, documentos e até mesmo obras de arte.
Como tendem a se reproduzir com facilidade, uma grande infestação pode destruir rapidamente tudo o que encontra pela frente, causando diversos prejuízos.

>